O ÚLTIMO TANGO EM PARIS – 07/04/1995

A Fórmula 1 não poderia escolher cenário melhor para discutir suas últimas polêmicas do que Buenos Aires. A história da gasolina da Benetton e da Williams dá um belo tango. O último tango em Paris, lembram-se? Vai ser executado na próxima quinta-feira na sede da FIA na capital francesa, mas infelizmente nem Marlon Brando, nem Maria Schneider vão estar presentes. Eles eram bem melhores do que Max Mosley, Flavio Briatore e a turminha que decide no tribunal o resultado de uma corrida. Ontem a Elf, que faz as gasolinas das equipes proscritas, desafiou os atores de plantão e que ninguém se surpreenda se daqui a alguns dias Schumacher for declarado o vencedor do GP do Brasil. É um ganha-perde-ganha que ameaça minar o que sobrou de credibilidade à F-1. Se a FIA admitir que se precipitou ao cassar a vitória do alemão, vai ter que rebolar para explicar por que não manteve o resultado da corrida provisório até que novas análises fossem feitas na Europa. Dizem que Bernie Ecclestone, o manda-chuva da categoria, teria exigido uma definição naquele domingo porque o público no autódromo não poderia voltar para casa sem saber quem ganhou o GP. Que público no autódromo? Quando saiu o resultado, lá pelas oito da noite, só estavam em Interlagos eu e o pessoal da faxina! Os jornais europeus rodaram sem vencedor. O pessoal que foi ver a corrida estava comendo pizza quando Berger soube que ficou em primeiro lugar. E eu fui dormir sem jantar por causa daquele blá-blá-blá. Se amanhã perder meu bife de choriço por causa de gasolina, de novo, prometo processar a FIA.* É digno de nota: Carlos Reutemann, anteontem, foi a única coisa interessante que passou pelo autódromo na abertura do GP da Argentina. Aos 53 anos, guiou como se fosse um garoto. Deixou a impressão de que se ainda estivesse correndo profissionalmente colocaria no bolso metade dessa molecada que hoje está na F-1. É só dar uma olhada na lista: Domenico Schiatarella, Andrea Montermini, Taki Inoue, Pedro Paulo Diniz… Se juntar todos, não dá um. Que voltem os velhinhos. Tem que acabar essa moleza de piloto se aposentar aos 40.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s