Schumacher usa cola no volante de sua Ferrari – 29/03/1997

Michael Schumacher não deve ter sido um bom aluno quando criança. Era daqueles que quando tinham prova no colégio levavam uma cola presa dentro do estojo ou escrita na palma da mão. Na F-1, faz a mesma coisa. No centro do volante de seu carro há um pequeno desenho do autódromo de Interlagos com alguns pontos assinalados.

O piloto da Ferrari brinca com o assunto e não diz o que representam as anotações no papelzinho colado na direção. Podem ser um mapa de ondulações, ou então um auxílio que o ajude a encontrar pontos de referência onde deve acionar o câmbio semiautomático, que sobe e desce as marchas eletronicamente com um único toque na borboleta atrás do volante. O carro de Irvine, seu colega de Ferrari, não tem desenho nenhum.

Schumacher e seu companheiro usaram no treino de ontem em Interlagos pneus mais duros e resistentes. É uma aposta no desgaste excessivo dos compostos macios da Goodyear, que pode levar os rivais que optaram por este tipo de pneu a fazer pelo menos duas paradas nos boxes. Se isso acontecer, aqueles que pararem apenas uma vez levarão uma grande vantagem na prova.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s